segunda-feira, 26 de março de 2012

KLEBER, DO GRÊMIO, PODE FICAR 5 MESES PARADO POR DESLEALDADE DE ZAGUEIRO

O atacante do Grêmio Kleber, conhecido como "Gladiador", teve seu tornozelo fraturado devido a uma entrada desleal do zagueiro cruzeirense Léo Carioca nos primeiros minutos do segundo tempo da partida entre Grêmio e Cruzeiro-RS válida pelo Gauchão.
O tricolor gaúcho poderá ficar sem seu atacante principal, cujo passe certamente não custou barato para o clube, por cerca de cinco meses. Prejuízo para o clube e para o jogador, que não sabe como se comportará fisicamente e/ou psicologicamente após a longa recuperação prevista.
Não se justifica lesionar um companheiro de profissão desta forma. Se o objetivo era impedir o atacante de progredir com a jogada, que o fizesse com menos deslealdade. O atleta depende de seu físico, numa porcentagem próxima a 100%, para exercer seu trabalho, e agora Kleber ficará praticamente o restante do ano de 2012 sem poder fazê-lo e sem saber se, ao se recuperar da grave lesão, as possíveis sequelas existirão e se ele terá o direito de praticar o esporte, que é o seu prazer e seu ganha-pão, em sua total plenitude.
Kleber vivia um excelente momento na carreira. Tornou-se mais disciplinado e também uma peça muito importante na equipe. Apesar do curto tempo no Grêmio, fizera gols importantes e conquistara a torcida com seu espírito guerreiro.
O que o violento zagueiro fez foi simplesmente tirar esse direito de Kleber. A CBF precisa tomar atitudes mais radicais que coíbam o antijogo, como por exemplo, deixar Léo Carioca na "geladeira" durante o mesmo tempo que o Gladiador precisar para se recuperar. Seguramente punições como esta poderão ajudar a amenizar ou extirpar de vez o jogo violento e desleal que corre pelos gramados brasileiros, correndo o risco até de findar a carreira de um atleta. O Grêmio, clube dono do passe do jogador, poderia dar esse pontapé inicial arrebanhando os clubes co-irmãos num abaixo assinado com o intuito de criar essa punição e dirigi-lo à entidade máxima do futebol brasileiro.
Não é justo Kleber ficar sem atuar durante um período extenso devido à atrocidade do medíocre Léo Carioca, enquanto este, mesmo que recebesse o cartão vermelho, ficaria suspenso por apenas uma única partida! E não livrem a cara do juiz Leandro Vuaden, que não teve pulso para impedir a violência no gramado no Estádio do Vale.

Em tempo: o juiz apresentou o cartão amarelo ao desleal jogador do Cruzeiro como punição por esta jogada. Num lance posterior, foi expulso por reclamação. Muito pouco!

Enquanto Kleber se convalesce, convoco todo o Brasil para torcer e rezar para a recuperação desse talentoso atleta, que está mais focado na carreira e provou que está mudado: não é mais o criador de casos dos clubes anteriores e mereceu a chance do Grêmio, que acredita em seu potencial. Que o Gladiador ainda possa dar muitas alegrias ao tricolor gaúcho e sua fantástica torcida!

185 ANOS DA MORTE DE LUDWIG VAN BEETHOVEN

Comemoramos hoje o aniversário da morte de Ludwig van Beethoven (16 de dezembro de 1770, Bonn, Alemanha — Viena, 26 de março de 1827) considerado um dos mais influentes e respeitados compositores clássicos de todos os tempos.

Acreditem que jamais fora um estudioso profundo da música, assim como outro virtuose musical de estilo e época completamente diferentes, o guitarrista norteamericano Jimi Hendrix. Os talentos indiscutíveis de ambos superaram a ausência da teoria.
Com 21 anos de idade, muda-se para Viena onde, afora algumas viagens, permanecerá para o resto da vida. Poucos anos depois sua surdez começara a se manifestar. Ao ver a doença se agravar, mesmo após ter consultado os melhores especialistas da época - em vão - entrou em depressão, pensando até em se suicidar.

LEGADO DE SUAS OBRAS
A Sinfonia Nº 5 , Opus 67 foi composta entre 1804 e 1808. Desde a sua estréia no Theater An Der Wien, em Viena, em 22 de dezembro de 1808, a obra adquiriu uma reputação notória, que continua ainda hoje.

Aos 46 anos de idade estava praticamente surdo. Porém, ao contrário do que muitos pensam, Beethoven jamais perdeu a audição por completo.

A sinfonia nº 9 em ré menor, op. 125, "Coral", é a última sinfonia completa composta por Ludwig van Beethoven. Completada em 1824, a sinfonia coral, mais conhecida como Nona Sinfonia, é uma das obras mais conhecidas, considerada tanto ícone quanto predecessora da música romântica, e uma das grandes obras-primas de Beethoven. Na verdade, esta é uma das composições mais populares e mais conhecidas da música clássica, e uma das mais executadas do autor, bem como "Sonata ao Luar".


MORTE
Há controvérsias sobre a causa da morte de Beethoven, sendo citados: cirrose alcoólica, sífilis, hepatite infecciosa, envenenamento, sarcoidose e doença de Whipple. Amigos e visitantes, antes e após a sua morte, haviam cortado cachos de seus cabelos, alguns dos quais foram preservados e submetidos a análises adicionais, assim como fragmentos do crânio removido durante a exumação em 1862. Algumas dessas análises têm levado a afirmações controversas de que Beethoven foi acidentalmente levado à morte por envenenamento devido a doses excessivas de chumbo à base de tratamentos administrados sob as instruções do seu médico.

O que importa mesmo é que a música desse gênio continua viva.

FILME
O Segredo de Beethoven, de 2006, com o ator Ed Harris no papel principal, é um filme que retrata o último ano de vida do grande compositor.

CURIOSIDADES:










- Schroeder é um do personagem dos Peanuts, de Charles Schulz, que se caracteriza pelo precoce talento em tocar piano, bem como pelo seu amor à música clássica e ao compositor Ludwig van Beethoven em particular;





















- Roll Over Beethoven é o título de um rock de Chuck Berry, também gravado pelas bandas "The Beatles" e "The Rolling Stones".

"You know my temperature's risin'
and the jukebox's blowin' a fuse
My heart's beatin' rhythm
and my soul keeps singing the blues
Roll over Beethoven
and tell Tchaikovsky the news"

Tradução:

"Você sabe que minha temperatura está subindo
O jukebox está queimando um fusível
Meu coração está batendo no ritmo
E minha alma fica cantando blues
Rala Beethoven
conta as novidades para o Tchaikovsky"

- Beethoven, O Magnífico é um filme estadunidense de 1992 que conta a história de uma família que, ao conseguir um cachorro de estimação da raça São-bernardo, se mete em grandes confusões.

- O Sistema Operacional Windows XP, da Microsoft Corporation, lançado no segundo semestre de 2001, disponibilizou uma parte da Nona Sinfonia de Beethoven como "arquivo sample de mídia".

- Numa cena do filme "HELP!" dos Beatles, de 1965, ao ser ameaçado por um tigre que fugiu de um circo, é sugerido ao baterista Ringo Star que execute a Nona Sinfonia de Beethoven para acalmar a fera. Na mesma hilariante cena, enquanto todos ao redor cantam a parte do coral, John Lennon faz o acompanhamento da música tocando gaita.

- Como muitos gênios da cultura, o compositor tinha suas manias e excentricidades. Uma delas, era jogar água fria na cabeça enquanto compunha. Segundo o compositor, não existia nada melhor para estimular a criatividade do que uma boa dose de água gelada.

- Beethoven era canhoto.


Este blog tem o privilégio de homenagear o grande Beethoven postando um vídeo do trecho de seu filme biográfico, no qual executa a belíssima Nona Sinfonia.

video