quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Oscar Niemeyer - 104 arquitetando a genialidade.

CENTENÁRIO DO MAIOR ARQUITETO DO MUNDO

Parabéns ao grande arquiteto Oscar Niemeyer, que hoje faz 104 anos. Seus trabalhos mais conhecidos são os edifícios públicos que desenhou para a cidade de Brasília.
Nesse link você verá todas as obras projetadas pelo gênio da arquitetura: http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_obras_de_Oscar_Niemeyer
Para homenageá-lo, posto um vídeo maravilhoso e criativo, produzido para um documentário na França, no qual Niemeyer "pilota" o belíssimo MAC - Museu de Arte Contemporânea de Niterói, como se este fosse um disco voador.

domingo, 11 de dezembro de 2011

A moça e o poeta

A moça e o poeta...
a moça perto, não flerta
não se sabe se ela curte seus versos

O olhar da moça e seus pensamentos submersos
navegam em direção ao mar
mas de seu lado tem um poeta
e a moça parece não querer flertar...

O poeta sentado em sua paciência
relaxa confortável na consciência
de que seus poemas são de se apaixonar
mas a moça parece não querer flertar

O poeta se inspira
escreve no papel o que da cabeça tira
mas a moça continua a namorar
os tons de verde e de azul do mar

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

RACISMO É CRIME INCONSTITUCIONAL!


Esse injusto sistema de cotas especiais para negros e índios nos concursos e vestibulares só faz com que estes se sintam ainda mais excluídos da sociedade. A distinção de etnias só piora a situação!
Na verdade, esse projeto não minimiza o fato dos negros, os índios também, terem sido escravos no Brasil de outrora. Aliás, hoje em dia todos somos meio escravos, pois nos submetemos a determinados tipos de trabalho cuja remuneração está totalmente aquém dos esforços físico e intelectual para visar a sobrevivência, excluindo, evidentemente, os políticos e jogadores de futebol.
Nem posso concordar também com o Artigo 37, VIII, da Constituição Brasileira de 1988 que diz que “a lei reservará percentual dos cargos e empregos públicos para as pessoas portadoras de deficiência e definirá os critérios de sua admissão" - desde que não seja exigido esforço físico.
Com essas leis podemos constatar explicitamente, e na maior delas (A Constituição Federal), que o Brasil também discrimina deficientes físicos, colocando em questão suas competências intelectuais. Precisa-se debater sobre uma adaptação aos cargos para os deficientes físicos.
É claro que até hoje ninguém viu um almirante, general do Exército ou da Aeronáutica deficiente físico, por motivos que não precisam ser questionados... mas quero que me provem se existe um oficial-general negro de uma dessas forças armadas aqui no Brasil.
E, por quê?
Dados estatísticos provam que quase metade da população brasileira é da raça negra, e que pouquíssimos são universitários. Em vez de perder tempo em elaborar esse tipo de lei, os autores desta deveriam se reunir e debater para chegar a uma solução de como melhorar os ensinos fundamental e médio nas escolas públicas. Mas não... isso exigiria gasto de dinheiro com o povo (investindo em professores e alunos), e é mais fácil, menos preocupante e mais barato elaborar esse tipo de lei. Além de outra vantagem: os mais eufóricos (prefiro não usar a palavra alienados) nem percebem que é manobra eleitoreira. Para mim, que sou da raça branca, pai e mãe brancos, é muito mais fácil disputar uma vaga na universidade ou órgão público existindo esse sistema de cotas. Imagine que existam 30 candidatos para uma vaga. Quem me garante que dentro desses 30 não existe um ou uns quinze negros, índios ou deficientes físicos com capacidade intelectual superior à minha? Só que detesto injustiças, qualquer tipo de discriminação, detesto manobras sujas eleitoreiras, por isso uso a palavra para protestar contra.
O Brasil continuará o mesmo, não desenvolverá em parte alguma tirando a chance de contar, em qualquer setor, com pessoas competentes e honestas dentro dessas três categorias revoltantemente discriminadas por aqueles que têm o poder!
Por quê? Não interessa a eles!


Obs: o Projeto de Lei que garante que no mínimo 40% das vagas das universidades públicas do Estado do Rio de Janeiro sejam reservadas para estudantes pardos e negros é de autoria do deputado José Amorim (PPB), cuja cara nunca vi, e nem sei se é branco, negro, azul ou amarelo.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

MENGÃO! PARABÉNS PELOS 30 ANOS DO MUNDIAL!





É, galera, só está valendo mesmo a pena a gente pegar um DVD e rever o Flamengo da Era Zico, aquele Flamengo de verdade, no qual quem estava em campo eram jogadores-torcedores, flamengos de corpo e alma que desceram da arquibancada para envergar o manto sagrado e defendê-lo em campo até a última gota de suor e sangue. Comemorar os 30 anos do título mundial e ouvir a toda hora: "bons tempos..." Saudosismo saudável!
Hoje em dia acho uma hipocrisia um jogador ser contratado por um time e na primeira coletiva beijar o escudo do clube. É amor? Puxa-saquismo da torcida? Seria mais sincero se beijasse o contrato ou o contra-cheque, recheado de dólares.
Raul, Leandro, Marinho, Mozer, Andrade, Júnior, Tita, Adílio, Nunes, Zico, Lico... eles eram os verdadeiros representantes dos torcedores rubro-negros em campo. Não se entregavam às derrotas, com eles não tinha bola perdida, total respeito à Nação Rubro-Negra, o Clube sempre estava acima de tudo, ninguém, nem o próprio Zico, a estrela da companhia, queria mostrar que era melhor do que o companheiro. Nos dão saudades pois não vemos nenhum atual jogador flamenguista com a pele rubro-negra, como já dizia o maestro Leovegildo Júnior. Nenhum com a personalidade suficiente para envergar o manto sagrado, falta-lhes brio! O último grande ídolo do Flamengo nesse estilo foi um jogador criado num continente de cores totalmente diferentes das nossas: Petkovic. Sinal dos tempos.
Quantas diferenças do plantel atual! Isso é que dói.... e tome vaia!
O mais incrível de tudo é que o nosso atual treinador era jogador da época em que o Flamengo começava a reestruturar sua equipe de futebol em meados da década de 70, tendo como ápice a conquista do Mundial de Clubes em 1981! E foi assim até 1983, conquistando o tricampeonato brasileiro. Qual o time de futebol que conseguiu, em todos os tempos, dar alegrias à sua torcida por 10 anos? Talvez o Santos de Pelé, simplesmente o Deus de todos os estádios.
Luxemburgo sabe da importância do Flamengo, da exigência da torcida, conviveu com craques de quilate altíssimo como Zico, Geraldo, Doval, Rondinelli, Júnior (do qual era reserva) e parece não conseguir manter a chama flamenguista, que tem de continuar acesa, com fogo forte! Técnico experiente, dirigiu a Seleção, o Real Madrid, com títulos significativos em sua carreira, que se diz torcedor do Flamengo - algo admirável, que jamais ouvi de treinador nenhum - mas está agindo como cego em tiroteio. Inadimissível!
E tome vaia!
Hoje, no Brasil, é muito difícil surgir um craque a nível de Neymar. Não é como na década de 70 quando tínhamos em nossos gramados Rivelino, Gérson, Zico, Roberto Dinamite, Luiz Pereira, Leandro, Paulo Cézar Caju, Edinho, Falcão, Júnior e até mesmo na época de Romário. Transbordavam talentos que tinham amor ao futebol, amor à camisa, orgulho em defender a Seleção Brasileira, não exatamente com o objetivo de assinar futuros contratos em dólares.
A torcida do Flamengo, a maior do mundo, tem toda razão na sua indignação, no inconformismo e na frase-desabafo: "Time sem-vergonha!"
E tome vaia.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

BRASIL 2 X 1 MÉXICO

Foi a vitória da garra e da superação canarinho. Foi um bom teste em termos psicológicos também para nossa Seleção, podendo-se avaliar se estariam capazes de reverter uma situação dificílima quanto a de ontem. Jogaram contra uma boa equipe, na casa do adversário, com menos um jogador na maior parte do tempo e tendo que se reestruturar emocionalmente após sofrer um gol numa jogada de pura sorte contrária.
Como havia falado na crônica anterior, poucos jogadores como o goleiro Jefferson, do Botafogo, tem mostrado regularidade nas vezes em que é exigido em campo, sem contar sua postura fora dele: disciplinado, dedicado nos treinos e fica longe de polêmicas. Não só pelo pênalti que Guardado não conseguiu guardar no fundo das nossas redes, mas também por outras excelentes intervenções, cometendo apenas um erro de saída de bola em todos os 90 minutos, que não comprometeu, Jefferson, no momento, é um nome quase certo para 2014 e torçamos para que ele não sofra nenhuma contusão séria, pois com todas suas qualidades só isso é que poderia impedir seu nome na lista definitiva dos 22 de Mano Menezes.
Com o retorno de Daniel Alves e Lucas Leiva, a defesa brasileira ficou mais sólida, embora o primeiro teve a infelicidade de ser expulso logo após o pênalti cometido, mas Jefferson defendeu-o e com isso a Seleção ganhou um pouco mais de moral. E espero que Lúcio, que considero o melhor zagueiro da atualidade, mantenha o padrão até pelo menos 2014, pois sua presença e liderança impõe respeito aos adversários e é dono de uma excelente técnica. Ataca e defende com a mesma competência e tem bom entrosamento com Thiago Silva.
Ronaldinho Gaúcho mostrou que o craque faz a diferença. Não teve uma atuação fantástica, mas na cobrança da falta que empatou o jogo com os mexicanos mostrou sua qualidade nas bolas paradas - inclusive nos escanteios - e colocou a bola totalmente fora do alcance do excelente arqueiro Sánchez, de 38 anos, que fazia sua despedida. O que estranhei, pois creio que poderia defender por mais algum tempo o arco mexicano... enfim. Cada um sabe da sua vida.
Quanto aos excelentes Lucas e Neymar, que na seleção principal ainda não repetiram as excelentes atuações nos seus respectivos clubes, ainda podemos e devemos esperar mais deles. Embora valha a pena insistir com ambos os dois, eu sugeriria a Mano Menezes que procurasse observar a quantas andam os experientes Robinho e Kaká, os dois em fase de readaptação após a cura de lesões.
Hulk atuou bem na sua primeira chance iniciando uma partida pela seleção, mas precisa mostrar um pouco mais de suor na camisa se quiser superar excelentes atacantes do nível de Leandro Damião e Borges. O mesmo para Fernandinho, o volante do Shakhtar Donetsk da Ucrânia.
Deixei esse final para falar do lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid, pois há pouco tempo tínhamos carência nessa posição, mas esse tornou-se um problema a menos agora. Atuou muito bem, principalmente no segundo tempo, defendendo com garra e fazendo um golaço em jogada individual e virando, então, o jogo, que parecia perdido após a expulsão de Daniel Alves. É cedo demais para dizer que Marcelo é o dono da lateral-esquerda canarinho, mas com a atuação de ontem provou que é uma excelente opção, tornando-se o melhor em campo depois de Jefferson.
Enfim, mais uma vitória importante, não só pela superação mas também por conseguirmos terminar com a invencibilidade da boa seleção mexicana e concluo que o amistoso valeu.
Sinto que a fase de experiências começa a se findar e, apesar de faltar ainda 3 anos para o Mundial, Mano já pode formar o esqueleto de sua equipe, embora concorde que ainda seja válido fazer mais experiências, inclusive com os veteranos Robinho e Kaká. Nunca se sabe o que pode acontecer com nossos craques, mas espero que todos os disponíveis estejam nas suas melhores condições físicas a ponto de criar um ponto de interrogação acima da cabeça do técnico, de maneira positiva: "Com tantas excelentes opções, quem escalarei?"
Um abraço e até a próxima!

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

BRASIL X MÉXICO - Amanhã, às 22h30m


A Seleção Brasileira de Mano Menezes fará amanhã um de seus últimos amistosos no ano, contra o México, em Torreón, às 22h30m (de Brasília).
Continuando a fase de testes, o Brasil enfrentará o Gabão no dia 11 de novembro, no Gabão, país que será, juntamente com a Guiné Equatorial, a sede da Copa Africana das Nações em 2012, e encerrando o ano o Brasil enfrentará a Suíça ou a Inglaterra, no dia 15 de novembro, a confirmar.
Apesar do êxito na ressuscitada Copa Roca, interrompida desde 1976, que foi muito importante para ganhar um pouco de moral, Mano não pode se iludir e deve continuar a testar o máximo de jogadores possíveis que possam estar à sua disposição, preferencialmente contra seleções mais fortes, como a própria Inglaterra, adversário ainda não confirmado.
É preciso que o magro Neymar mostre seu futebol paquidérmico e jogue mais para o time do que para exibição, vise o coletivo e objetividade, amadureça. Quando suas tabelas com Ronaldinho Gaúcho dão certo, o adversário fica apavorado, então o caminho é por aí. A grande revelação do Santos nos últimos anos às vezes faz lembrar Garrincha, quando cismava de mostrar um jogo moleque, de muitas gingas e dribles, que poderiam levar a torcida ao delírio mas não levavam à objetividade. Quando Neymar joga para o coletivo, a equipe ganha com isso e ele também.
Pegando o gancho com R10, este tem alternado bons e maus momentos na Seleção de Mano Menezes, mas também é difícil apontar um jogador que tenha 100% de regularidade. Talvez o goleiro Jefferson do Botafogo, mas o Brasil está muito bem servido de "guarda-metas", principalmente nos três grandes clubes do Rio de Janeiro: o já citado e mais Felipe do Flamengo e Fernando Prass do Vasco da Gama, pois a equipe cruzmaltina teria sido irremediavelmente goleada pelo Internacional na última rodada do Brasileirão. Ainda assim, R10 tem se mostrado com vontade de servir à seleção, começando pelo seu gesto de sair da Itália e tentar a sorte na volta ao Brasil.
Uma pena não poder contar com Leandro Damião, um atacante matador de verdade, boa técnica e posicionamento dentro da área, e que vinha muito bem nos últimos jogos, fazendo com que o torcedor brasileiro não sinta falta de Alexandre Pato.
Não devemos esquecer de Paulo Henrique Ganso, que ultimamente não tem sido feliz em suas atuações na Seleção, apesar de ter feito uma estréia magistral contra os Estados Unidos, pois é um senhor craque, e de Lucas do São Paulo, como Neymar também uma grata revelação, que merece mais oportunidades.
Ainda estamos com tempo de testar táticas e material humano, embora nossa cultura sempre admitirá o sucesso pelo resultado positivo do placar. Podemos até vislumbrar uma base para 2014, mas é primordial a seriedade nesse trabalho e uma definição básica, pois o torcedor brasileiro não aceitará que sua seleção perca duas copas do mundo em seu próprio país, fato até hoje inédito no futebol.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

REVOLUÇÃO JÁ - Um milhão de pessoas na Avenida Paulista pela demissão de toda a classe política (ainda sem data marcada)

THE BEATLES - REVOLUTION (1968)


É... parece que o povo está acordando.

É... o clima lembra o período que antecedeu a revolução francesa.

O terceiro estado(povo) clama por justiça

.


Só Deus poderá nos ajudar a evitar um agravamento da questão político-social.

Este e-mail vai circular hoje e será lido por centenas de milhares de pessoas. A guerra contra o mau político, e contra a degradação da nação está começando. Não subestimem o povo que começa
a ter conhecimento do que nos têm acontecido, do porquê de chegar ao ponto de ter de cortar na comida dos próprios filhos! Estamos de olhos bem abertos e dispostos a fazer tudo o que for preciso, para mudar o rumo deste abuso.


Todos os ''governantes'' do Brasil até aqui, falam em cortes de despesas - mas não dizem quais despesas - mas, querem o aumentos de impostos como se não fôssemos o campeão mundial em impostos.

Nenhum governante fala em:

1. Reduzir as mordomias (gabinetes, secretárias, adjuntos, assessores, suportes burocráticos respectivos, carros, motoristas, 14º e 15º salários etc.) dos poderes da República;


2. Redução do número de deputados da Câmara Federal, e seus gabinetes, profissionalizando-os como nos países sérios. Acabar com as mordomias na Câmara, Senado e Ministérios, como almoços opíparos, co
m digestivos e outras libações, tudo à custa do povo;

3. Acabar com centenas de Institutos Públicos e Fundações Públicas que não servem para nada e, têm funcionários e administradores com 2º e 3º emprego;

4. Acabar com as empresas Municipais, com Administradores a auferir milhares de reais/mês e que não servem para nada, antes, acumulam funções nos municípios, para aumentarem o bolo salarial respectivo.

5. Acabar com o Senado e com as Câmara Estaduais, que só servem aos seus membros e aos seus familiares. O que é que faz mesmo uma Assembleia Legislativa (Câmara Estadual)?

6. Por exemplo as empresas de estacionamento não são verificadas porquê? E os aparelhos não são verificados porquê? É como um táxi, se uns têm de cumprir porque não cumprem os outros? E como não são verificados como podem ser auditados?

7. Redução drástica das Câmaras Municipais e das Assembléias Estaduais, se não for possível acabar com elas.

8. Acabar com o Financiamento aos partidos, que devem viver da quotização dos seus associados e da imaginação que aos outros exigem, para conseguirem verbas para as suas atividades; Aliás, 2 partidos apenas como os EUA e outros países adiantados, seria mais que suficiente.

9. Acabar com a distribuição de carros a Presidentes, Assessores, etc.., das Câmaras, Juntas, etc., que se deslocam em digressões particulares pelo País;

10. Acabar com os motoristas particulares 24 h/dia, com o agravamento das horas extraordinárias... para servir suas excelências, filhos e famílias e até, as ex-famílias...

11. Acabar com a renovação sistemática de frota
s de carros do Estado;

12. Colocar chapas de identificação em todos os carros do Estado. Não permitir de modo algum que carros oficiais façam serviço particular tal como levar e trazer familiares e filhos, às escolas, ir ao mercado a compras, etc.;

13. Acabar com o vaivém semanal dos deputados e respectivas estadias em em hotéis de cinco estrelas pagos pelos contribuintes;

14. Controlar o pessoal da Função Pública (todos os funcionários pagos por nós que nunca estão no local de trabalho). HÁ QUADROS (diretores gerais e outros) QUE, EM VEZ DE ESTAREM NO SERVIÇO PÚBLICO,
PASSAM O TEMPO NOS SEUS ESCRITÓRIOS DE CONSULTORIAS A CUIDAR DOS SEUS INTERESSES....;

15. Acabar com as administrações numerosíssimas de hospitais públicos que servem para garantir aos apadrinhados do poder - há hospitais de cidades com mais administradores que pessoal administrativo... pertencentes Às oligarquias locais do partido no poder...

16. Acabar com os milhares de pareceres jurídicos, caríssimos, pagos sempre aos mesmos escritórios que têm canais de comunicação fáceis com o Governo, no âmbito de um tráfico de influências que há que criminalizar, autuar, julgar e condenar;

17. Acabar com as várias aposentadorias por pessoa, de entre o pessoal do Estado e entidades privadas, que passaram fugazmente pelo LEGISLATIVO.


18. Pedir o pagamento da devolução dos milhões dos empréstimos compulsórios confiscados dos contribuintes, e pagamento IMEDIATO DOS PRECATÓRIOS judiciais;

19. Criminalizar, imediatamente, o enriquecimento ilícito, perseguindo, confiscando e punindo os ladrões que fizeram fortunas e adquiriram patrimônios de forma indevida e à custa do contribuinte, manipulando e aumentando preços de empreitadas públicas, desviando dinheiros segundo esquemas pretensamente "legais", sem controle, e vivendo à tripa forra à custa dos dinheiros que deveriam servir para o progresso do país e para a assistência aos que efetivamente dela precisam;

20. Não deixar um único malfeitor de colarinho branco impune, fazendo com que paguem efetivamente pelos seus crimes, ad
aptando o nosso sistema de justiça a padrões civilizados, onde as escutas VALEM e os crimes não prescrevem com leis à pressa, feitas à medida;

21. Impedir os que foram ministros de virem a ser gest
ores de empresas que tenham beneficiado de fundos públicos ou de adjudicações decididas pelos ditos.

22. Fazer um levantamento geral e minucioso de todos os que ocuparam cargos políticos, central e local, de forma a saber qual o seu patrimônio antes e depois.

23. Pôr os Bancos pagando impostos e, atendendo a todos nos horários do comércio e da indústria.

24. Proibir repasses de verbas para todas e quaisquer ONGs.

25. Fazer uma devassa nas contas do MST
e similares, bem como no PT e demais partidos políticos.

26.REVER imediatamente a situação dos Aposentados Federais, Estaduais e Municipais, que precisam muito mais que estes que vivem às custas dos brasileiros trabalhadores e, dos Próprios Aposentados.

27. REVER as indenizações milionárias pagas indevidamente aos "perseguidos políticos" (guerrilheiros).

28. AUDITORIA sobre o perdão de dívidas que o Brasil concedeu a outros países.

29. Acabar com as mordomias (que são abusivas) da aposentadoria do Presidente da Republica, após um mandato, nós temos que trabalhar 35 anos e não temos direito a carro, combustível, segurança ,etc.

30. Acabar com o direito do prisioneiro receber mais do que o salario mínimo por filho menor, e, se ele morrer, ainda fica esse beneficio para a família. O prisioneiro deve trabalhar para receber algum benefício, e deveria indenizar a família que ele prejudicou.

''O QUE ME INCOMODA NÃO É O GRITO DOS MAUS, E SIM, O SILÊNCIO DOS BONS'' (Martin Luther King).

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Bem, galera, pra dar um tempinho na política e dar umas risadas, aí vão algumas frases para rir e refletir.
Bração do Barão!






"Fumo maconha, mas não trago. Quem traz é um amigo meu"
(Marcelo Anthony)

"Preguiçoso é o dono da sauna, que vive do suor dos outros"
(Roberto Justus)

"Não me considere o chefe, considere-me apenas um colega de trabalho que sempre tem razão"
(Galvão Bueno)

"Malandro é o pato, que já nasce com os dedos colados para não usar aliança"
(Zeca Pagodinho)

"Os psiquiatras dizem que uma em cada quatro pessoas tem alguma deficiência mental. Fique de olho em três dos seus amigos. Se eles parecerem normais, retardado é você"
(Antônio Palocci)

"Se homossexualismo fosse normal, Deus teria criado Adão e Ivo"
(Gilberto Braga)

"Todo mundo tem cliente. Só traficante e analista de sistemas é que tem usuário"
(Bill Gates)

"Casamento começa em motel e termina em pensão"
(Romário)

"Seja legal com seus filhos. São eles que vão escolher seu asilo"
(Itamar Franco)

"Antigamente, o homossexualismo era proibido no Brasil.
Depois, passou a ser tolerado.
Hoje é aceito como coisa normal...
Eu vou-me embora antes que se torne obrigatório!"
(Arnaldo Jabor)

"Passar a mulher pra trás é fácil. O difícil é passar adiante"
(Eduardo Suplicy)

"O Brasil está igual a carro velho: para subir não tem força, para descer não tem freio"
(Dilma Roussef)

"Se o horário oficial é o de Brasília, por que a gente tem que trabalhar na segunda e na sexta?"
(Dorival Caymi)

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Movimento Popular Contra a Corrupção - 20 de setembro de 2011


O Movimento Popular Contra a Corrupção finalmente rolou, gente! Acredito que muito político lá em Brasília, apesar de ter ouvido da maioria dos colegas centenas de "isso não vai dar em nada" devem ter botado suas barbas de molho. Essa frase também deve ter saído da boca suja de alguns com um certo receio na voz ou no pensamento. Nós, que nos indignamos com a corrupção no nosso querido Brasil, vamos provar para eles que isso é só o começo. Uma caminhada de quilômetros começa com um passo, e acho que hoje demos esse passo com firmeza, e, para os supersticiosos, com o pé direito!
E os corruptos que se cuidem, pois pela repercussão creio que outras cidades sediarão manifestações como essa, e presumo que não seja a única no Rio de Janeiro. Tinha gente do Mato Grosso, Minas Gerais e Teresópolis, entre outras.
Como é peculiar de nossa cultura, alguns se manifestaram contra a corrupção usando fantasias, buzinas, vuvuzelas (as barulhentas de nome feio voltaram) entoando canções de acordo com o contexto do movimento, fazendo um tipo de carnaval fora de época. O símbolo do evento foi uma vassoura com as cores verde e amarela que foi distribuída, levando a entender que a corrupção deve ser varrida do nosso país. Mas esse é o Brasil, um país de povo festeiro, povo que tem fé, que acredita na rapaziada, como dizia Gonzaguinha, numa das músicas executadas pelo carro de som presente, fazendo parte da trilha sonora do Movimento "Todos contra a corrupção". Levamos a coisa a sério na nossa versão.
No início das atividades, um abaixo-assinado em prol do Projeto PLS 204/11 que transforma em crimes hediondos os delitos de corrupção, foi passado para os manifestantes, e eu tive a honra de ser o 12º a assiná-lo.
Alguns discursos foram feitos pelos organizadores, uns eloquentes, outros mais breves e mornos. Mas valeu!
Apesar da Polícia Militar e do Batalhão de Choque estarem presentes, como nossa proposta era pacífica, não houve incidentes.
Talvez poucos lembraram que o Movimento aconteceu exatamente no mês em que o Brasil comemora sua independência. Quem sabe não entraremos para a História também? Dessa vez, libertando o Brasil não de outro país, mas da corrupção.
Calculo que pouco mais de 2 mil manifestantes estiveram presentes, entre eles idosos que ainda acreditam que verão o Brasil mudado. Mas os jovens estudantes também estiveram lá. Que ótimo! Tenho esperança de que eles trabalhem, vivam e estudam num Brasil diferente do atual, mesmo que seja num futuro a longo prazo.... mas que não seja tão longo assim!
Até o próximo passo!

domingo, 18 de setembro de 2011

Manifestação contra a corrupção e a impunidade - dia 20 de setembro - 17:00h - Cinelândia, Rio de Janeiro


No mês passado postei no meu blog a seguinte frase que comunicava minha indignação:

“Que país é este que junta milhões numa marcha gay, outros milhões numa marcha evangélica, muitas centenas numa marcha a favor da maconha, mas que não se mobiliza contra a corrupção?”

Muito bem. Na próxima terça-feira, aqui no Rio de Janeiro, num dos mais tradicionais cenários de manifestações populares, haverá um evento contra a atual política brasileira.
Creio, humildemente, que algumas pessoas que leram meu post podem ter tido vontade de participar da manifestação e posso ter ajudado a incentivar o movimento.
Se a gente ficar pensando que "isso não vai adiantar", então a coisa vai continuar a feder e a agredir nossa respiração. O povo está muito desunido e muito mal acostumado a votar nas "mães-louras" da vida, nos "tiriricas", fazendo nosso país virar uma verdadeira República Circense. É verdade que hoje em dia, votar é escolher entre Aids e câncer, mas o povo precisa se conscientizar, se informar que o objetivo desse movimento não é apoiar o partido tal ou o político fulano, muito menos brincadeira ou coisa de quem não tem o que fazer.
O voto consciente, ou a ausência dele - dependendo da situação - é a única arma que temos para fazer esse país ser menos pior do que já é, então é preciso analisar muito bem em quem vai se votar. Procure o máximo de informações sobre em quem você pretende votar, seja para o cargo que for, e não se deixe influenciar pelas pesquisas pois a maioria delas são feitas por encomenda por gente graúda e veículos de comunicações influentes. Leve seu voto tão a sério quanto aquele curriculum que você manda para alguma empresa se oferecendo para algum emprego.
Analise os partidos e seus históricos. Você tem possibilidades de encontrar alguém que poderá fazer a diferença, pode fazer o correto, pois existe gente com boas intenções no nosso quadro político, gente com coragem.
Mas caso não ache absolutamente ninguém, em última instância anule seu voto!!
Quem acha que a única chance de mudança seria uma outra revolução militar e a volta da ditadura, está sendo completamente equivocado e retrógrado!! Lembre apenas de quanto sangue foi derramado nesse período, injustamente... quanta gente está desaparecida até hoje!
Alguma coisa tem que ser feita, e que seja ordeiramente, dentro da lei, na paz. Por isso, apóio e ajudo a divulgar o movimento da próxima terça-feira, e se Deus quiser estarei presente para registrar o fato.
Você que está lendo, descruze os braços, saia de frente do computador e vamos juntos nessa luta pelo nosso País!


Só a nossa união e o nosso bom senso farão
com que possamos ter um novo logotipo, como este:


quinta-feira, 8 de setembro de 2011

DA SÉRIE "QUE PAÍS É ESTE?" JAQUELINE RORIZ


Mais uma vez a maioria de nossos políticos provam que o que fazem na vida pública é o mesmo que fazem na privada.
Falo da absolvição da deputada federal Jaqueline Roriz (PMN-DF). O plenário da Câmara dos Deputados absolveu a corrupta no dia 30 de agosto em votação secreta por 265 votos a 166 e 10 abstenções.
A reportagem da Rede Globo de Televisão produziu um vídeo em que ela aparece recebendo uma alta soma em dinheiro (cerca de 50 mil reais) do delator do mensalão do DEM, Durval Barbosa. A gravação foi feita em 2006, mas foi divulgada no início deste ano.
Os 265 corruptos solidários à colega se aproveitaram do voto secreto, o que considero algo além do imoral. São essas criaturas que votamos para nos representar, já parou para pensar nisso?
Somo a esses 265 os 10 que estiveram em cima do muro, então ficamos com um total de 275 seres repugnáveis.
Em tempo: Jaqueline é filha do político Joaquim Roriz, que teve seu nome envolvido no Escândalo do Mensalão no Distrito Federal, deflagrado a partir da Operação Caixa de Pandora, em 27 de novembro de 2009.
Pelo visto, a falta de ética e de moralidade corre no sangue do clã dos Roriz e acabou contagiando 265 simpatizantes da roubalheira, e detalhe: com o dinheiro do povo envolvido!

Segue um site para você se aproximar das decisões do Congresso Nacional que afetam diretamente a sua vida.
http://www.votenaweb.com.br

DA SÉRIE "QUE PAÍS É ESTE?"

Um motorista do Senado ganha mais para dirigir um automóvel do que um oficial da Marinha para pilotar uma fragata!
Um ascensorista da Câmara Federal ganha mais para servir os elevadores da casa do que um oficial da Força Aérea que pilota um Mirage.
Um diretor que é responsável pela garagem do Senado ganha mais que um oficial-general do Exército que comanda uma região militar ou uma grande fração.
Um diretor sem diretoria do Senado, cujo título é só par
a justificar o salário, ganha o dobro do que ganha um professor universitário federal concursado, com mestrado, doutorado e prestígio internacional.
Um assessor de 3º nível de um deputado, que também tem esse título para justificar seus ganhos, mas que não passa de um "aspone" ou um mero
estafeta de correspondências, ganha mais que um cientista-pesquisador da Fundação Instituto Oswaldo Cruz, com muitos anos de formado, que dedica o seu tempo buscando curas e vacinas para salvar vidas.
O SUS paga a um médico, por uma cirurgia cardíaca com abertura de peito, a importância de R$ 70,00, o equivalente ao que uma diarista cobra para fazer a faxina num apartamento de dois quartos.

Precisamos urgentemente de um choque de moralidade nos três poderes da União, estados e municípios, acabando com os
oportunismos e cabides de emprego.
Os resultados não justificam o atual número de se
nadores, deputados federais, estaduais e vereadores.
Temos que dar fim a esses "currais" eleitorais, que transformaram o Brasil numa
oligarquia sem escrúpulos, onde os negócios públicos são geridos pela “brasiliense cosa nostra”.
O país do futuro jamais chegará a ele sem que haj
a responsabilidade social e com os gastos públicos.
Já perdemos a capacidade de nos indignar.

Porém, o pior é aceitarmos essas coisas, como se tivesse que ser assim mesmo, ou que nada tem mais jeito.

Vale a pena tentar.
Participe deste ato de repulsa!

Pelo amor que você tem ao Brasil, repasse essa mensagem.


DA SÉRIE "QUE PAÍS É ESTE?"

Um motorista do Senado ganha mais para dirigir um automóvel do que um oficial da Marinha para pilotar uma fragata!
Um ascensorista da Câmara Federal ganha mais para servir os elevadores da casa do que um oficial da Força Aérea que pilota um Mirage.
Um diretor que é responsável pela garagem do Senado ganha mais que um oficial-general do Exército que comanda uma região militar ou uma grande fração.
Um diretor sem diretoria do Senado, cujo título é só para justificar o salário, ganha o dobro do que ganha um professor universitário federal
concursado, com mestrado, doutorado e prestígio internacional.
Um assessor de 3º nível de um deputado, que também tem esse título para justificar seus ganhos, mas que não passa de um "aspone" ou um mero
estafeta de correspondências, ganha mais que um cientista-pesquisador da Fundação Instituto Oswaldo Cruz, com muitos anos de formado, que dedica o seu tempo buscando curas e vacinas para salvar vidas.
O SUS paga a um médico, por uma cirurgia cardíaca com abertura de peito, a importância de R$ 70,00, o equivalente ao que uma diarista cobra para fazer a faxina num apartamento de dois quartos.

Precisamos urgentemente de um choque de moralidade nos três poderes da União, estados e municípios, acabando com os
oportunismos e cabides de emprego.
Os resultados não justificam o atual número de senadores, deputados federais, estaduais
e vereadores.
Temos que dar fim a esses "currais" eleitorais, que transformaram o Brasil numa
oligarquia sem escrúpulos, onde os negócios públicos são geridos pela “brasiliense cosa nostra”.
O país do futuro jamais chegará a ele sem que haja responsabilidade social e com os
gastos públicos.
Já perdemos a capacidade de nos indignar.

Porém, o pior é aceitarmos essas coisas, como se tivesse que ser assim mesmo, ou que nada tem mais jeito.

Vale a pena tentar.
Participe deste ato de repulsa!

Repasse!

Não seja omisso!

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Projeto estabelece deveres para estudante que desrespeitar professor


Amigos, finalmente apareceu uma figura política rara em nosso cenário: uma deputada que faz jus aos eleitores que a colocaram no plenário. Considero-a um exemplo. Leiam abaixo e concordarão comigo.

Obs: isso não é lobby! rss!

A Câmara analisa o Projeto de Lei 267/11, da deputada Cida Borghetti (PP-PR), que estabelece deveres para estudantes que desrespeitarem professores ou violarem regras éticas e de comportamento de instituições de ensino. Em caso de descumprimento, o estudante infrator ficará sujeito a suspensão e, na hipótese de reincidência grave, encaminhamento à autoridade judiciária competente. A proposta muda o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90) para incluir o respeito aos códigos de ética e de conduta como responsabilidade e dever da criança e do adolescente na condição de estudante.

Indisciplina De acordo com a autora, a indisciplina em sala de aula tornou-se algo rotineiro nas escolas brasileiras e o número de casos de violência contra professores aumenta assustadoramente. Ela diz que, além dos episódios de violência física contra os educadores, há casos de agressões verbais, que, em muitos casos, acabam sem punição.

Tramitação O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Educação e Cultura; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Com este projeto, certamente muito útil para nossa sociedade, Cida Borghetti torna-se uma boa opção de voto para os paranaenses.

Quem quiser conhecer melhor a deputada e sua carreira, acesse seu site:

http://www.cidaborghetti.com.br

quarta-feira, 31 de agosto de 2011


"Já que colocam fotos de gente morta nos maços de cigarros, por que não colocar também:

-
de gente obesa em pacotes de batata frita;
-
de matadouros em bandejas de carne;
- de animais torturados nos cosméticos;
-
de acidentes de trânsito nas garrafas e latas de bebidas alcoólicas;
-
de gente sem teto nas contas de água e luz
e ........ de políticos corruptos nas guias de recolhimento de impostos?"

domingo, 28 de agosto de 2011

FRASE TRISTE DA SEMANA

“Que país é este que junta milhões numa marcha gay, outros milhões numa marcha evangélica, muitas centenas numa marcha a favor da maconha, mas que não se mobiliza contra a corrupção?”

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O TÚNEL DO TEMPO - SÉRIE DE TV DOS ANOS 70


Quem era adolescente nos anos 70/80 deve se lembrar de "O Túnel do Tempo", um dos melhores seriados americanos que a Tv brasileira apresentava, nos tempos em que a programação era bem mais inteligente e divertida e bem menos apelativa do que a atual. Mas os adolescentes atuais e os adultos saudosistas de hoje também poderiam se deliciar com a série, que foi reprisada em alguns canais da tv a cabo de estilo "retrô".

"The Time Tunnel" foi idealizado pelo criativo Irwin Allen, o mesmo que produziu "Viagem ao Fundo do Mar", "Perdidos no Espaço" e "Terra de Gigantes" entre outros, que fizeram imenso sucesso no mundo inteiro e aqui no Brasil com a garotada dos anos 70. Foi produzida no final da década de 60, nas temporadas de 1967 e 1968.
O seriado baseava-se nas aventuras dos dois cientistas Douglas Phillips e Antony Newman (
respectivamente Robert Colbert e James Darren) nas suas viagens através do tempo, principalmente pelo passado, conhecendo personagens da História Mundial como Mussolini, Napoleão Bonaparte, Helena de Tróia, Abraham Lincoln e até mesmo O Fantasma de Nero, Billy The Kid e Robin Hood. Navegaram pelo Titanic, embarcaram num foguete à Lua e quase morreram juntos com a Ilha de Krakatoa no maior desastre vulcânico de todos os tempos. Lembrando disso, o seriado até ensinava aos telespectadores cultura histórica devido às situações de risco e personagens com quem se confrontavam.


Mas os dois sempre saíam ilesos das dificuldades, graças às suas inteligências acima do normal e de suas habilidades em vários estilos de lutas marciais, nos quais eram peritos.

A equipe do Túnel do Tempo, que se localizava num laboratório no subsolo do deserto do Arizona, EUA, monitorava os rapazes na ânsia de trazê-los de volta, mas sempre falhavam, embora na maioria das vezes conseguiam transferi-los para outra época salvando-os de uma situação perigosa. A desculpa das falhas era sempre que "o túnel ainda não tinha sido aperfeiçoado..." sim, pois Tony fora o primeiro a se mandar antes mesmo dos testes definitivos, e se arriscar, para evitar o ameaçado corte de verba do governo, mostrando a um senador americano a importância do projeto. Doug foi atrás para tentar resgatá-lo pois Tony embarcara literalmente na maior canoa furada: o Titanic!! A solidariedade sempre foi uma das virtudes dos dois cientistas, pois por onde quer que passassem e vissem alguém ou um grupo em dificuldades, sempre tentavam ajudar e se ajudavam mutuamente, apesar das diferentes personalidades: Tony Newman era um jovem, impetuoso e emotivo, enquanto Doug Philips era mais maduro e extremamente racional e sagaz.
Um dos membros da equipe era a belíssima Lee Meriwether (Dra. Ann MacGregor) ex-miss EUA e que fez o papel da Mulher-Gato no filme-piloto de outro seriado dos anos 60 muito cultuado até os dias de hoje: Batman. Os únicos elos entre a equipe e os dois cientistas-aventureiros eram através de imagens pelo telão do túnel, algumas raras comunicações de voz e um ou outro equipamento ou arma que eram enviados para auxiliar os heróis. De vez em quando a equipe consultava o computador histórico em busca de informações que ajudassem a monitorar e de alguma forma tentar transferir ou localizar os rapazes. Se naquela época existisse o Google.... como as coisas teriam sido mais fáceis para a equipe do Túnel!

Há controvérsias sobre o fim do seriado, produção dispendiosa ou insatisfação dos envolvidos no projeto. Foram produzidos apenas 30 episódios, e infelizmente não houve um que marcasse o final triunfal da série com o retorno dos dois cientistas.

Nessa época os americanos pareciam ávidos em querer mostrar ao mundo, mesmo em filmes e séries de ficção, o seu domínio pelas pesquisas científicas e a conquista do espaço, tendo em vista que produziam seriados, não só como o Túnel do Tempo, no qual num dos episódios Tony e Doug se viam numa expedição num foguete à Marte, mas também "Perdidos no Espaço" e o lendário filme "2001: Uma Odisséia no Espaço" de Stanley Kubrick, de 1968.
Isso veio a se concretizar na vida real através da Missão Apollo 11, a quinta tripulada do Programa Apollo e primeira a pousar na Lua, em 20 de Julho de 1969, tripulada pelos astronautas americanos Neil Armstrong, Edwin Aldrin e Michael Collins.

Mas, em algum lugar do tempo e da Tv, Doug e Tony devem estar em mais uma aventura fantástica para aprendermos com a dupla um pouco de história....


Enquando os doutores Tony Newman e Doug Philips não voltam ao nosso tempo, baixe nesse link todos os episódios da série:

http://www.degratisdownload.net/2009/08/tunel-do-tempo-serie-download-1966-1967.html


CURIOSIDADES SOBRE A SÉRIE:

1) Uma das perguntas mais feitas pela dupla era "Onde estamos?" sempre no início de cada episódio. Como Tony e Doug eram cientistas com alto nível de cultura e sagacidade, logo descobriam.

2) Raras vezes os rapazes mencionavam a volta pra casa. Num episódio onde descobriam um projeto de um túnel do tempo soviético em 1956, veem uma barra luminosa vinda do túnel deles, e Doug menciona o fato de voltar.

3) No episódio "O Dia em que o Céu Desabou", Tony Newman se encontra com ele mesmo (criança) e com o próprio pai que era militar na época da Segunda Guerra Mundial. O episódio enfoca o ataque japonês a Pearl Harbor no ano de 1941.

4) Em "O Fim do Mundo" quando os rapazes são transferidos no final, o Túnel falha novamente e são separados. Tony vai parar no deserto do Arizona, logo acima do laboratório do Túnel do Tempo... em 1958, 10 anos antes do projeto! Abordado por seguranças, que acham que Tony está louco, Doug, que já trabalhava no projeto, aproxima-se de carro, mas como eles ainda não se conhecem ignora a presença de Tony e manda que a segurança o leve à cidade. Desesperado, Tony implora a Doug que o ajude.

5) Tony consegue voltar para casa quando é transferido da Ilha de Krakatoa. Mas só por pouquíssimos segundos. Prestes a ser jogado na lava, é transferido no exato momento e se salva. Chega e vê todos os membros da equipe do Túnel do Tempo congelados no tempo. Mas é o suficiente para escrever um bilhete ao Dr.Raymond Swain (John Zaremba) e levar informações dos arredores de Krakatoa e transfere-se para o mesmo lugar e tempo, a fim de salvar Doug.

6) A única vez em que encontram de verdade em tempo e lugar com alguém da equipe é no episódio "Os Raptores", vivenciado no ano de 8433 no futuro. É a Dra. Ann, que ao se despedir de volta para o Túnel, dá um beijo em cada um dos rapazes.

7) Falando em beijo, apesar de conhecerem algumas mulheres em suas incursões no tempo, Tony e Doug quase nunca tiveram a oportunidade de se envolverem emocionalmente com alguma delas. O que havia era um beijo eventual, e geralmente o contemplado era Tony. Mas, no episódio "Marco Polo", Tony e a Princesa Sarite se apaixonam, e ele pensa em permanecer na época sem voltar ao Túnel para ficar com a princesa e chega a se desentender com Doug, pois este acha isso um absurdo e tenta convencê-lo do contrário. Depois, como se espera de dois bons amigos, Tony acaba caindo na real e se desculpa com Doug.


PERGUNTAS QUE NÃO QUEREM CALAR, OU SEM RESPOSTAS PLAUSÍVEIS:

1) Tony e Doug nunca sentiam fome ou sono?


2) Os dois cientistas-aventureiros nunca tinham a oportunidade de tomar banho ou trocar de roupa?

3) Se mais de uma vez a equipe do Túnel conseguiu transferir um guarda da segurança e logo depois trazê-lo, bem como um índio (no episódio "Massacre") e outros, por que não faziam o mesmo com Tony e Doug?

4) Os principais membros da equipe do Túnel do Tempo, General Kirk, Dr.Raymond e Dra. Ann nunca descansavam? Será que eles ficavam 24 horas por dia monitorando as viagens de Tony e Doug?

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

18 de Agosto - Dia Mundial da Fotografia

Hoje é o Dia Mundial da Fotografia. Aproveitando a data, posto uma foto bem carioca que bati de um dos cartões postais do meu lindo Rio de Janeiro: o Pão de Açúcar.
Detalhe: foi tirada do alto de um prédio no bairro do Flamengo com uma das primeiras máquinas fotográficas digitais.
Um abraço a todos os amantes da fotografia!

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Mendonça - Nem todo craque nasce para ser campeão


Nas grandes injustiças do futebol por todos esses anos, desde que o paulista Charles Miller introduziu o esporte em nossas terras, consta o fato de verdadeiros pernas-de-pau terem se sagrado campeões mundiais pela Seleção Brasileira. Mas, em contrapartida, existe a injustiça contrária de craques consagradíssimos que jamais tiveram o triunfo de ter ajudado a erguer sequer uma taça de campeão estadual.
É o caso de Milton da Cunha Mendonça, mais conhecido como Mendonça, meio-de-campo de estilo clássico que encantou os gramados brasileiros nas décadas de 70/80 envergando a camisa do Botafogo de Futebol e Regatas.


Mendonça era o craque certo nas décadas erradas para o alvinegro carioca. Ele era a verdadeira estrela solitária de um clube que vivia seu mais longo jejum de títulos, que foi de 1969 a 1987, pois de 1975 a 1982, como profissional, ele defendeu com seus pés e seu coração o Glorioso, que nessa época não tinha do que se vangloriar pois só dava o Flamengo de Zico, Júnior e cia.
Mendonça tinha um pouco de Heleno de Freitas, não pela rebeldia, pois era tímido, fechado e disciplinado, mas pela classe e perfeição com que executava todos os fundamentos do futebol no clube de coração onde jamais foi campeão, assim como Heleno. Mendonça causava pânico aos adversários na hora de cobrar uma falta... lembro perfeitamente como eu me sentia nessa hora quando estava na torcida do Flamengo, rezando para ele errar... mas na maioria das vezes as minhas orações não eram atendidas. Mendonça cabeceava e lançava com perfeição, chutava com confiança e exímia pontaria, e apesar de ter sido um mestre do drible, só o fazia - e muito bem - na hora exata. Foi jogando um futebol desta categoria que Mendonça chegou aos 118 gols em 342 partidas pelo Botafogo, sagrando-se o 14º maior artilheiro do clube em toda sua história. Enquanto as torcidas rubro-negra, tricolor e cruzmaltina humilhavam os alvinegros nas arquibancadas do Maracanã cantando "É todo dia, é todo ano, botafoguense vai virar corintiano" - pois o Timão também amargou mais de 20 anos sem título - Mendonça respondia nos campos com seus gols e futebol magistral, inconformando-se desta forma com a afronta à sua torcida.




Em 1981 o título chegou perto quando o Botafogo esteve nas finais do Campeonato Brasileiro. O Fogão havia eliminado o timaço do Flamengo (que fora campeão mundial nesse ano) ganhando de 3 a 1, muito graças a Mendonça, que fizera dois gols - um deles, o mais marcante em sua carreira, após um drible que deixou sem pai nem mãe logo quem? Júnior, titular absoluto da lateral-esquerda da Seleção Brasileira - e dando o passe para Jérson (com J mesmo) fazer o dele.
Mas o sonho acabou quando o Botafogo enfrentou o São Paulo no Morumbi. O tricolor paulista ganhou de virada com o placar de 3 x 2 e tirou o Fogão do Campeonato, mas o campeão acabou sendo o Grêmio portoalegrense.
A torcida tinha uma relação de amor e ódio com Mendonça... amor, pois ele era jogador e torcedor declarado do Fogão, e ódio, pelo fato da responsabilidade do fracasso de títulos sempre cair injustamente nas costas da estrela solitária da companhia, que sempre lutou como um guerreiro, muitas vezes sozinho, para reverter as situações desfavoráveis dentro das quatro linhas.
Desgastado e desgostoso no alvinegro, Mendonça saiu em 1983 contratado pela Portuguesa de Desportos. Mas, nos clubes seguintes, como Palmeiras, Santos, Al Saad (Catar), Grêmio (RS), Internacional de Limeira (SP), São Bento (SP) e Bangu, onde encerrou a carreira em 1990, o craque também não sentiu o prazer de ganhar um título sequer.
Talvez, no ano anterior à sua aposentadoria, quando contava com 33 anos de idade, Mendonça poderia ter sido o maestro alvinegro no ano em que o clube quebrou o jejum de 21 anos sem título. Certamente o craque teria preferido unicamente ser campeão de 1989 pelo Botafogo, ajudando seu clube de coração a levantar o lendário título. Teria valido por todos que ele não conseguiu vencer em toda sua carreira. Ainda assim, Mendonça já está na história do Botafogo Futebol e Regatas como um ídolo inesquecível.
Além da falta de títulos, inexplicavelmente seu nome também não foi lembrado pelos técnicos das seleções brasileiras na época em que ele estava no auge de sua forma física e técnica, e essa é outra injustiça imperdoável feita ao grande meia-armador. Imaginem como teria sido fantástico vê-lo dividir o campo no mesmo time em que jogassem craques contemporâneos do quilate de Sócrates, Zico e Falcão.
Em fevereiro de 2008, uma homenagem a Mendonça foi feita ao imortalizar seus pés na "Calçada da Fama" do Maracanã. Em agosto do mesmo ano o Botafogo lançou uma camisa retrô, também em sua homenagem. Pode ter servido para amenizar um pouco a falta de títulos de uma carreira brilhante no futebol brasileiro.



segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Josy Marques

Curtam uma das mais lindas vozes gospel da atualidade no videorelease da cantora e missionária Josy Marques, gravado no studio Rick Luna em Campo Grande, Rio de Janeiro.
A letra diz que o céu é lindo... pela interpretação magnífica de Jose, podemos nos sentir literalmente nas nuvens..!



Álbum: Para voltar a Viver
Musica: O Céu é Lindo
Direção e Produção: Elisangela de Barros / Estilo Marketing e Assessoria

sábado, 16 de julho de 2011

Brasil na Copa América 2011


Confesso que eu andava meio distante de meu blog, e peço desculpas para você, que gosta de acompanhá-lo... por enquanto o Blog do Barão é um divulgador de meu trabalho jornalístico, mas tento mantê-lo no ar atualizado. Quem sabe o Blog pode servir como uma porta a ser aberta para entrar em dimensões mais rentáveis.... enquanto isso não acontece, corro atrás das soluções imediatas para garantir minha sobrevivência.
Demorei a escrever sobre nossa Seleção na Copa América, mas enquanto estamos torcendo por mais um êxito verde e amarelo, vamos a isso.
Não me animei em escrever sobre os dois primeiros jogos nos quais empatamos com as poderosas esquadras venezuelana e paraguaia. O primeiro, um jogo que até me ajudou a dormir melhor, pois deu um sono danado. O segundo, jogo para cardíaco, com um empatezinho no final. Depois, a recuperação contra o grande Equador. Pude tirar poucas conclusões nos dois primeiros jogos, e uma delas é a de que Daniel Alves tá se achando, e acabou perdendo o lugar na equipe para seu reserva Maicon, o melhor em campo no último jogo, responsável pela maioria das jogadas de ataque pelo lado direito e bem na marcação também. Melhor o Dan botar de molho as barbas e os cabelos de nova cor... tudo a ver: amarelou bonito o grande lateral do Barcelona. Terá que mudar coisas mais importantes do que a cor das madeixas para ter seu lugar de volta na Seleção.
Ainda bem que o Pato e o Neymar voltaram a fazer o que sabem de melhor: gols! Dois para cada um, e Robinho, cujo banco de reservas deve ter feito bem, voltou e se recuperou da última péssima atuação. Botar culpa no cabelo "à lá Pelé" é uma bobagem sem tamanho, que me perdoe os supersticiosos, mas, ainda sem brilhar, ele foi importante contra o Equador, dando nova movimentação no ataque, fazendo um gol legítimo, anulado pelo juiz, um verdadeiro tapir.
Aliás, sem comparar Seleção Brasileira com Sansão e sem querer ser supersticioso, você reparou que as mudanças de cabelo em dois craques influenciaram no rendimento deles?
Enquando estiver bem fisicamente, pois técnica ele tem, Maicon, um dos remanescentes da Era Dunga, é titular absoluto dessa lateral. Falando em Dunga, será que ele não estava certo em não ter levado Neymar para a Copa da África? Se o "pica-pau" da Vila sentiu tanto os dois primeiros jogos da Copa América, como seria no Mundial?
Melhor um pouco que ele, mas ainda discreto, foi seu parceiro santista, Paulo Henrique Ganso. É muito cedo para dizer que ambos os dois são jogadores de clube e que amarelam na Seleção. Os jornalistas e a torcida brasileira pediam incessantemente Ganso e Neymar, Mano os convocou. Não para fazer média, mas os dois são os melhores jogadores do país e merecem vestir a amarelinha. Mano Menezes não pode fazer mais que convocar os melhores, substituir quem está mal, modificar quando deve e traçar o plano tático ideal.
Há muito tempo que o Brasil usa Copa América como laboratório, e esse título para a Seleção tem a importância do título carioca para o Flamengo ou Vasco. Já que é assim, que essa Copa América sirva mesmo para um bom laboratório, para colhermos o fruto mais importante em 2014.
Amanhã vamos torcer para que esse laboratório continue. É necessário.
Bração a todos!!

quinta-feira, 23 de junho de 2011

COPA DE 2014 NO BRASIL E AS POLÊMICAS


Recebi uma crítica relacionada ao filme que postei (e filmei) da reforma do Maracanã no meu Facebook, na ocasião em que visitava o Museu do Maracanã, então decidi me dar ao direito de resposta. A crítica dizia que o Brasil não está preparado para sediar eventos como o Mundial de Futebol, que o evento seria para países de primeiro mundo, não para um país onde a corrupção é marcante.
O porteiro do meu prédio, dentre outras pessoas, também comentou comigo que era contra a realização desse tipo de evento, por achar que seria muito mais importante investir na educação, saúde, segurança e transporte do povo. Não me queixo de críticas, aliás, a adversidade das opiniões servem para que possamos debater conscientemente sobre soluções para a melhoria de vida do povo e às vezes chegarmos a um denominador comum.
Mas pessoas têm a mania de pensar no imediatismo, daí as críticas sem mesmo querer analisar, pois dá muito trabalho.
Não sou contra a Copa do Mundo, muito pelo contrário: sou apaixonado por futebol. Obviamente que é necessário ter toda uma infraestrutura, que vai desde a saúde até o transporte público, daí a necessidade de investimentos, e estes vêm, não só do Estado, mas das empresas privadas envolvidas no projeto. Isso poderá dar um retorno de quase 200 bilhões para a economia brasileira, graças muito em parte ao turismo. Pensemos em quantos hotéis, restaurantes e outros estabelecimentos estão sendo construídos e reformados e que gerarão mais empregos. E o aumento do consumo, devido à circulação de turistas nacionais e estrangeiros no Brasil, que poderá acrescentar ao PIB quase 50 bilhões.
Tem também o "antes, durante e depois". Depois disso tudo, o Brasil poderá continuar com essa infraestrutura para abrigar futuros eventos, a não ser que os estádios, restaurantes, hotéis e demais construções sejam demolidos.
Agora, nossa maior preocupação: a corrupção. O que o Estado fará com esse dinheiro já é um outro assunto. Nossa torcida também deve ser para que se faça uso correto do montante de dinheiro que se poderá faturar e cobrar isso dos governantes, dos políticos. Espero que o porteiro do meu prédio, junto com outras pessoas - assim como eu - sobrevivam para ver esse dinheiro bem empregado, a favor do povo.
É um absurdo dizer que o Brasil não ganhará nada sendo sede de eventos esportivos de grande porte como Copa do Mundo e Olimpíadas, só que, deve-se fazer uma "CPI da Copa", ou "da Olimpíada" para saber onde será empregado todo esse dinheiro.
Se você que está lendo esse artigo também é contra o Brasil sediar eventos de grande porte, escreva para mim. Quem sabe, de uma discussão inteligente e flexível, não saiam boas resoluções...
Torçamos bastante, também, para que consigamos colher os frutos de futuros grandes eventos mundiais em benefício do povo.